AFP PHOTO
AFP PHOTO

Como deve ficar o Parlamento da França sob o governo de Macron

Presidente centrista começa a negociar a formação do seu gabinete; veja como deve ser sua composição

O Estado de S.Paulo

09 Maio 2017 | 12h00

O novo presidente francês, Emmanuel Macron, começará nesta terça-feira, 9, a negociar a formação do seu gabinete. Ele precisa conquistar maioria parlamentar nas eleições legislativas de junho para ter uma chance realista de implementar seu ambicioso plano de reformas. 

O partido de Macron, Republicanos em Movimento - antigo En Marche! -, ainda não elegeu nenhum primeiro-ministro, mas analistas apontam que o grupo deve crescer e se tornar um grande partido.

O centrista precisa obter 589 assentos para garantir maioria no Parlamento. Se não conseguir, deverá buscar coalizões com outros partidos.

Se os conservadores tiverem maioria absoluta, Macron será forçado a lidar com um possível bloqueio político. / com informações da Graphic News

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.