Itsuo Inouye / AP
Itsuo Inouye / AP

Companhia aérea japonesa se desculpa por atraso de voo causado por copiloto embriagado

Segundo a polícia britânica, a taxa de álcool no sangue do funcionário era quase dez vezes superior à máxima autorizada

O Estado de S.Paulo

02 Novembro 2018 | 10h09

TÓQUIO - A companhia aérea Japan Airlines (JAL) se desculpou nesta quinta-feira, 1.º, pelo atraso de um voo entre Londres e Tóquio provocado pela embriaguez de um copiloto. Segundo a polícia britânica, a taxa de álcool no sangue dele era quase dez vezes superior à máxima autorizada.

No dia anterior, outra companhia japonesa, a All Nippon Airways, sofreu atraso de vários voos em razão da ressaca de alguns de seus pilotos.

O avião da JAL partiu no domingo de Londres com um atraso de 1 hora e 9 minutos. "A empresa pede sinceras desculpas aos passageiros e a todas as pessoas afetadas pelas ações desse funcionário", informou a companhia um comunicado.

Autoridades da JAL explicaram à imprensa que o copiloto se submeteu a um primeiro teste de bafômetro em casa, cujos resultados foram negativos. Mas sua condição chamou a atenção do motorista do ônibus que o transportou para o avião no Aeroporto de Heathrow e, depois de um teste sanguíneo, foi detido pela polícia.

"Estamos convencidos de que (o primeiro teste realizado em casa) não foi feito corretamente", afirmou Muneaki Kitahara, diretor de comunicação da JAL.

Segundo a polícia britânica, o copiloto, de 42 anos, se declarou culpado na quinta-feira ante o tribunal de Uxbridge, no oeste de Londres. A análise revelou que ele tinha 189 mg de álcool por 100 ml de sangue, quase dez vezes o limite de 20 mg autorizado para um piloto (contra 80 mg para o limite legal ao volante). / AFP

Mais conteúdo sobre:
Japan Airlinesaviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.