Companhias americanas suspendem publicidade

Várias lojas abrem mais tarde nesta quarta-feira e empresas como a Coca-Cola não farão propaganda no primeiro aniversário dos atentados terroristas contra os EUA. A Ford e a Eastman Kodak e outras várias companhias farão alguns minutos de silêncio, a partir das 9h46 (de Brasília), quando o primeiro avião atingiu o World Trade Center. Os escritórios da corretora Cantor Fitzgerald, que perdeu 658 de seus 970 funcionários no atentado ao WTC, ficarão fechados e as operações eletrônicas do Speed fecharão às 15h (de Brasília). A rede Fox, da News Corp, não veiculará publicidade durante a programação, assim como a rede ABC. As companhias aéreas norte-americanas também farão um minuto de silêncio. Fora dos EUA, haverá um minuto de silêncio nas instalações da Fiat e da British Airways. A francesa Vivendi permitirá aos funcionários que se ausentem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.