Companhias europeias mudam voos por toque de recolher no Egito

Algumas companhias europeias modificaram suas programações na sexta-feira para os voos com destino ou procedentes do Egito, cancelando alguns serviços devido ao toque de recolher no Cairo.

REUTERS

28 de janeiro de 2011 | 18h06

A British Airways adiou seu voo diário desta sexta-feira de Londres para o Cairo porque o avião chegaria durante o toque de recolher noturno imposto devido aos massivos protestos na capital egípcia, informou a companhia.

As "centenas" de passageiros que embarcariam neste voo ficarão em hotéis até sábado, quando a empresa espera decolar seu avião do aeroporto de Heathrow, nos arredores de Londres, afirmou um porta-voz da British, que faz parte da International Airlines Group.

A British Airways planeja continuar voando para o Cairo, mas ajustará sua escala para que os voos cheguem e partam da capital do Egito durante o dia, disse o porta-voz. "Estamos mantendo a situação no Cairo sob constante observação", declarou a companhia em comunicado.

As operações da British Airways para o resort egípcio Sharm el-Sheikh continuam normais, acrescentou.

Um porta-voz da Lufthansa disse que a companhia alemã cancelou um voo que deveria partir do Cairo para Frankfurt na madrugada de sábado também devido ao toque de recolher.

Dois voos estão previstos para o Cairo no sábado, um de Frankfurt e outro de Munique. O porta-voz informou que a Lufthansa tomaria uma decisão sobre a operação destes voos no próprio sábado.

A Air France alterou sua programação para o Egito a fim de que seus aviões pousem e decolem fora do horário do toque de recolher, disse uma porta-voz da empresa. Um voo de sábado foi cancelado, mas a empresa mantém suas operações até novo aviso, acrescentou.

(Reportagem de Adrian Croft, em Londres; de Andreas Kroener, em Frankfurt; e de Nick Vinocur, em Paris)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOAEREASMUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.