Comunidade de inteligência não previu atentados

As 13 agências de informação que compõem o Sistema Nacional de Inteligência dos Estados Unidos e atuam em escala planetária não registraram nenhum alerta antecipado sobre a preparação dos atentados em série que provocaram milhares de mortes em Nova York e Washington. "O país está lutando contra o estado de choque" disse à Agência Estado, por telefone, o coronel Edward Eldrige, ex-coordenador de segurança estratégica do Comando Sul das Forças Armadas dos EUA.Para ele, "aconteceu o impensável: a nação foi golpeada em seu coração, nos seus símbolos e na sua autoestima." Na opinião do militar, o único movimento terrorista internacional capacitado para a execução de um ataque tão ambicioso e preciso é a facção palestina liderada pelo xeque Osahma bin Laden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.