Comunista e conservador disputarão 2º turno no Chipre

O líder conservador Nicos Anastasiades, do partido de centro-direita Comício Democrático (DISY), e o candidato comunista Stavros Malas, do partido Akel, disputarão o segundo turno das eleições presidenciais em Chipre no próximo domingo.

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2013 | 15h58

De acordo com o Ministério de Interior cipriota, Anastasiades foi o candidato mais votado do primeiro turno, realizado neste domingo. Com 99,5% dos votos apurados, ele obteve 45,44% dos votos, insuficiente para ser eleito sem a necessidade de um segundo turno.

Na votação do próximo domingo, Anastasiades terá pela frente o comunista Malas, segundo mais votado neste domingo. Malas obteve 26,93% dos votos. Anastasiades é visto por analistas do setor financeiro como capaz de colocar a economia cipriota, que está no segundo ano de recessão, em pé novamente. Ele tem forte identificação com os conservadores europeus e tem proximidade com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que publicamente apoiou sua candidatura durante uma visita ao país em janeiro.

Malas, por sua vez, defende uma posição mais assertiva do governo cipriota nas negociações de resgate e a busca por melhores condições em troca da ajuda financeira externa. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CHIPREELEIÇÕES2º turno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.