Comunistas lamentam fim do 'balneário Lenin'

Integrantes do Partido Comunista russo em São Petersburgo lamentaram a demolição de um balneário local que, segundo eles, era frequentado por Lenin. Comunistas querem a punição dos responsáveis por destruir o local "histórico".

O Estado de S.Paulo

14 de março de 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.