Comunistas usam bombas em protestos contra reunião da Otan na Turquia

Uma bomba de baixo poder destrutivo, plantada por militantes da esquerda, foi detonada em Istambul nesta terça-feira. Um policial ficou levemente ferido. O Partido Comunista da Turquia se responsabilizou pela explosão, ocorrida após uma série de outras detonações em Istambul e na cidade portuária de Izmir. Os comunistas estão protestando contra a conferência da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que começa na próxima semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.