Concentração de veneno em Yushchenko é a 2ª maior da história

Novos testes revelaram que o nível de dioxina no sangue do candidato à presidência da Ucrânia Victor Yushchenko é seis mil vezes mais alto do que o normal. A concentração é a segunda mais alta já registrada na história, disse o professor de toxicologia da universidade de Amsterdã, Abraham Brouwer.A equipe de Brouwer, que pesquisa qual o tipo de dioxina envenenou Yushchenko, reduziu de 400 para 29 o número de possibilidades e espera identificar o veneno até o fim desta semana. Então será possível conseguir provas para a investigação de uma possível tentativa de assassinato. O candidato reformista irá enfrentar no dia 26 de dezembro Viktor Yanukovych, apoiado pelo atual governo e pela Rússia, na repetição do segundo turno das eleições presidenciais, cancelado por fraude. Crise na Ucrânia

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.