Decreto de Trump restringe visto sem entrevista para brasileiros

Com o Brasil, era mantido um acordo do tipo que dizia que solicitantes com até 15 anos ou com idade igual ou superior a 66 anos poderiam se qualificar para a isenção da entrevista; esse intervalo foi revisto

O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2017 | 20h55

O decreto sobre imigração anunciado pelos EUA afetou também o visto americano para brasileiros. A ordem executiva firmada pelo presidente Donald Trump prevê, entre outras medidas, o fim de todos os tratados de isenção de entrevistas para a requisição de vistos estabelecidos com governos estrangeiros. 

Com o Brasil, era mantido um acordo do tipo que dizia que os solicitantes com até 15 anos ou com idade igual ou superior a 66 anos poderiam se qualificar para a isenção da entrevista. As isenções para brasileiros foram determinadas pelo ex-presidente Barack Obama há cerca de dois anos.

Agora, a possibilidade de concessão de visto mais rápida, sem a necessidade de entrevista, valerá apenas para menores de 14 e maiores de 79 anos, de acordo com um porta-voz do Consulado dos EUA em São Paulo. 

A regra vale para quem solicita o visto para turismo ou negócios e nunca teve um visto negado. Havia ontem relatos de brasileiros com esse perfil que foram orientados a fazer entrevistas que antes eram desnecessárias. As entrevistas de visto são feitas exclusivamente nos consulados americanos de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife.

Também mantiveram a isenção de entrevistas solicitantes que anteriormente tinham um visto na mesma categoria, mas que expirou menos de 12 meses antes do novo pedido, além de brasileiros que solicitarem vistos diplomáticos e oficiais de governos estrangeiros e organizações internacionais.

Itamaraty. O Ministério das Relações Exteriores informou que o governo brasileiro não recebeu nenhuma comunicação oficial sobre o decreto assinado na sexta-feira pelo presidente dos Estados Unidos que dificulta a emissão de vistos para turistas do Brasil. De acordo com a assessoria do Itamaraty, esse é um tipo de decisão que não envolve comunicação entre os governos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.