Concorde da Air France chega a Paris em seu último vôo comercial

Um elegante Concorde branco da Air France pousou hoje num aeroporto de Paris em seu último vôo comercial, marcando o fim de duas décadas e meia de viagens supersônicas entre Nova York e Paris. O avião tocou a pista do Aeroporto Charles de Gaulle às 17h44 (horário local) depois de cruzar o Oceano Atlântico a uma velocidade duas vezes superior à do som. Centenas de fãs do Concorde reuniram-se no aeroporto para se despedir do supersônico. "Obrigado Concorde, nós amamos você", lia-se num cartaz.O avião e o resto da frota de Concordes da Air France serão aposentados - um ficará em exibição no Aeroporto Charles de Gaulle e os outros quatro em museus."É o fim de uma era da aviação", afirmou o secretário de Transporte da França, Dominique Bussereau, antes de o avião ter levantado vôo do Aeroporto Internacional John F. Kennedy.Três caminhões-tanques fizeram um arco com água colorida de vermelho, branco e azul em frente do avião antes de ele partir de Nova York para a viagem de três horas e meia. Sessenta e oito passageiros estavam a bordo - entre eles uma mulher que comprou um assento para seu cão, Romeo, como ela faz todos os meses. A British Airways, a única outra companhia a voar o Concorde, planeja desativar sua frota no fim de outubro. As duas companhias justificaram que a manutenção do avião é demasiamente cara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.