Concorde pode voltar a voar ainda este ano

O avião supersônico franco-britânico Concorde poderá retomar os vôos comerciais antes do fim do ano, informou ontem o ministro dos Transportes francês, Jean-Claude Gayssot. Os vôos do Concorde foram suspensos em 25 de julho, quando um aparelho da Air France caiu na periferia de Paris, matando 113 pessoas. A empresa francesa dispõe de cinco aviões e a British Airways, de sete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.