Condenado ex-líder servo-bósnio por massacre em 1995

O principal tribunal para crimes da Bósnia condenou hoje a 30 anos de prisão Milorad Trbic, um ex-líder servo-bósnio acusado de participar no massacre de Srebrenica, em 1995. A Corte de Crimes de Guerra da Bósnia-Herzegovina afirmou hoje que Trbic participou, "com intenção genocida", no planejamento, na captura, na detenção e execução de muçulmanos na cidade de Srebrenica.

AE-AP, Agencia Estado

16 de outubro de 2009 | 15h06

As forças servo-bósnias realizaram uma sangrenta operação na cidade, em julho de 1995, matando aproximadamente 8 mil pessoas. Os corpos ainda hoje estão sendo exumados de valas comuns. A corte sustenta que Trbic pessoalmente selecionou locais para detenção e execução e se envolveu posteriormente na exumação de restos de vítimas, a fim de enterrá-las em valas comuns para ocultar os crimes.

Tudo o que sabemos sobre:
BósniacondenaçãomassacreSrebrenica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.