Condenado prefere a cadeia à sogra

Alessandro Amalfi, de 29 anos, cometeu um pequeno delito e foi condenado por um juiz de Messina, Itália, à prisão domiciliar. Mas ele pediu para ir para a cadeia, pois não agüenta morar com os sogros. Como não foi atendido, fugiu de casa e depois se apresentou à polícia dizendo que havia violado a prisão domiciliar. O jovem foi então levado para uma cadeia. O juiz, no entanto, ordenou que ele voltasse à casa dos sogros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.