Condenados 9 afegãos em Londres por seqüestro

Nove afegãos, que em fevereiro de 2000 seqüestraram um avião de passageiros em Londres, com o objetivo de escapar dos talebans, foram considerados culpados, nesta quinta-feira, de posse ilegal de armas de fogo.O avião da companhia afegã Ariana, com 173 passageiros e 14 tripulantes a bordo, ficou atravessado sobre a pista do aeroporto de Stansted, próximo a Londres, durante três dias.Os seqüestradores, armados com quatro pistolas, uma faca e duas bombas de fabricação caseira, ameaçavam matar passageiros, mas tudo se resolveu pacificamente, com a rendição dos atacantes.A sentença foi emitida na última terça-feira por um tribunal criminal londrino, mas o juiz responsável autorizou sua divulgação apenas nesta quinta.Este é o segundo processo ao qual os seqüestradores foram submetidos. O primeiro ainda permanece sem sentença, já que o corpo de jurados não chegou a um acordo sobre o veredicto.Os nove sentenciados devem comparecer, em 18 de janeiro do próximo ano, diante do juiz que fixará a pena.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.