Condenados à morte em Illinois recorrem da sentença

O sistema da pena de morte foi ajulgamento hoje no Estado de Illinois, durante o primeiro denove dias nos quais serão realizadas audiências de clemênciapara quase todos os presos condenados à pena de morte noEstado. Victor Brooks, um dos componentes do Conselho de Revisão dosPrisioneiros de Illinois, abriu uma das primeiras das pelo menos140 audiências de clemências com um pedido de desculpas para osfamiliares das vítimas por obrigá-los a "revisitar acarnificina infligida a suas vidas". Em uma das primeiras audiências, um parente deixou em lágrimasa sala lotada. Emma Jean Burts perdeu três crianças numincêndio que o condenado Leonard Kidd foi acusado de terprovocado. Kidd, de 48 anos, foi condenado pelo incêndio,ocorrido em 1980, e pela morte de quatro pessoas a facadas, em1984. Os filhos de Burts e outras sete crianças foram mortas noincêndio. As audiências para quase todos os condenados à morte noEstado de Illinois acontecem depois de o governador George Ryanter afirmado, no início do ano, que pretendia rever todos oscasos de penas de morte antes de deixar o governo, em janeiro. "É algo sem precedentes", disse Robert Dunne, que participado Conselho de Revisão dos Prisioneiros, antes das audiências. "Normalmente só ouvimos pedidos de clemências de condenados àmorte quando suas execuções são iminentes." O governador Ryan declarou uma moratória nas execuções emjaneiro de 2000, dizendo que o sistema de pena de morte doEstado estava "cheio de erros" depois que se descobriu que 13detidos haviam sido condenados por erro, incluindo algunsinocentes. O Estado de Illinois executou 12 presos desde que a pena demorte voltou a vigorar, em 1977. Essa moratória e a decisão de Ryan de não concorrer àreeleição provocaram uma onda de pedidos de clemência por partedos condenados à morte, que talvez nunca tenham tido uma melhoroportunidade para convencer o governador a poupar suas vidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.