Condoleezza diz que acordo com checos é um 'marco'

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza definiu a assinatura do acordo para a instalação de uma estação de radar militar americana na República Checa como um "marco". O documento foi assinado hoje em Praga por Rice e o ministro das Relações Exteriores da República Checa, Karel Schwarzenberg e faz parte de um sistema de mísseis que Washington quer instalar nos países que fazem fronteira com a Rússia."Esse acordo é verdadeiramente um marco. É um acordo apropriado para amigos e aliados que estão diante de uma ameaça comum no século XXI", disse Rice. Na República Checa, as pesquisas de opinião indicam que dois terços da população são contra a instalação da base norte-americana. apesar disso, Schwarzenberg disse esperar que o acordo seja ratificado pelo Parlamento."Há um número suficiente de deputados que estão conscientes de suas responsabilidade e vão se apresentar na votação", afirmou o ministro. Não foi concluído, porém, um acordo sobre o status legal dos militares norte-americanos que vão trabalhar na base perante a Justiça checa. Os EUA costumam exigir que seus militares tenham imunidade, o que causa insatisfação nos países onde há bases norte-americanas.Em seu giro pelo leste europeu, Condoleezza Rice seguirá para Tbilisi, onde deverá reafirmar o apoio dos EUA para que a ex-república soviética da Geórgia passe a integrar a Organização do tratado do Atlântico Norte (Otan), no que deverá alimentar ainda mais a desconfiança da Rússia em relação às intenções de Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.