Condoleezza diz que nova estratégia depende dos iraquianos

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o ministro de Exteriores saudita, o príncipe Saud al-Faisal, disseram nesta terça-feira que o sucesso da nova estratégia para a segurança no Iraque depende, em grande parte, dos iraquianos.Rice e Faisal concederam na terça-feira uma entrevista coletiva em Riad, quinta escala da viagem pelo Oriente Médio da secretária de Estado americana. Os chefes das diplomacias dos Estados Unidos e da Arábia Saudita insistiram na responsabilidade dos próprios iraquianos ao decidir que tipo de Estado querem. "Como disse (o presidente dos Estados Unidos, George W.Bush), são os iraquianos que devem decidir que tipo de Estado querem e se será ou não de caráter sectário", disse Rice.No entanto, a secretária ressaltou que "é preciso redobrar os esforços para conseguir a reconciliação (entre sunitas e xiitas) e fazer com que os iraquianos se sintam protegidos por seu governo"."Assim, o sucesso da nova estratégia depende das pessoas no Iraque e de sua seriedade na hora de aplicá-lo", comentou Rice. Os novos planos incluem o envio de mais 21.500 soldados americanos para o Iraque. "Se forem atingidas as metas da nova estratégia, todos os problemas serão resolvidos, mas a aplicação do plano depende da resposta dos próprios iraquianos", concordou Faisal, deixando claro que tanto xiitas como sunitas devem se juntar à iniciativa. "Não podemos ser mais iraquianos que os próprios iraquianos. O papel de países terceiros deve se limitar a ajudar as duas partes a conseguir uma reconciliação baseada na igualdade de direitos e obrigações para todos os iraquianos", afirmou o príncipe saudita. Rice se reuniu na segunda-feira à noite com o rei Abdullah bin Abdelaziz e na terça-feira deve encerrar sua agenda na Arábia Saudita - cujos detalhes não são revelados antecipadamente por motivos de segurança - e partir rumo ao Kuwait, última escala de sua viagem pela região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.