Condoleezza Rice deixa Seul em direção a Pequim

Americana disse que não recebeu 'todas as respostas' necessárias sobre o programa nuclear norte-coreano

EFE

29 de junho de 2008 | 02h17

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, saiu neste domingo de Seul em direção a Pequim após uma estadia de 20 horas na Coréia do Sul centrada na desnuclearização da Coréia do Norte, informou a agência "Yonhap". Rice se reuniu neste sábado com o titular de Exteriores sul-coreano, Yu Myung-hwan, e o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, com quem insistiu em que a Coréia do Norte deve deixar todos seus programas, armas e materiais nucleares. Rice, que deu uma entrevista coletiva após sua reunião com Yu, assegurou que o inventário nuclear entregue pela Coréia do Norte aos países do diálogo a seis há três dias não só cobre o programa de plutônio, mas também se "refere" ao suposto plano de enriquecimento de urânio. No entanto, Rice não esclareceu até que ponto a Coréia do Norte se refere em seu inventário ao programa de enriquecimento de urânio que os EUA acusam Pyongyang de possuir. A secretária de estado, que chegou a Seul procedente da cúpula de Exteriores do Grupo dos Oito realizada em Kioto, resumiu a situação dizendo que ainda não foram recebidas "todas as respostas" necessárias.

Tudo o que sabemos sobre:
SeulCondoleezza RicePyongyangnuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.