Condutor recebeu sinais de alerta antes de choque

Francisco Garzón, o maquinista do trem que descarrilou em Santiago de Compostela, semana passada, e causou a morte de 79 pessoas, recebeu três alertas após atender ao telefonema que antecedeu o acidente. Segundo dados da caixa-preta, os sinais soaram entre 20h39 e 20h41, mas não está claro se os alertas eram relacionados à velocidade do trem. Garzón freou quando o trem ia a 195 km/h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.