Conexões suspeitas

PARA ENTENDER

, O Estadao de S.Paulo

15 de março de 2010 | 00h00

Ao longo dos anos, o governo de Hugo Chávez tem sido acusado de manter ligações com vários grupos armados internacionais, entre eles as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), o movimento xiita libanês Hezbollah e o Exército Republicano Irlandês (IRA). No dia 1.º, um juiz do Superior Tribunal da Espanha acusou o presidente venezuelano de colaborar com membros da organização separatista basca ETA que, com integrantes das Farc, planejariam matar o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, na Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.