Conferência sobre Síria vai buscar solução política

O ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, disse que a conferência internacional sobre uma solução política para a Síria contará com a participação da oposição e vai acontecer ao mesmo tempo em que a Organização das Nações Unidas (ONU) estuda um plano detalhado para erradicar o programa de armas químicas sírio.

Agência Estado

16 Setembro 2013 | 09h08

Fabius disse nesta segunda-feira que o chefe do movimento de oposição ao governo de Bashar Assad será convidado para o encontro, que será realizado em Nova York durante a reunião da Assembleia Geral da ONU.

Os principais diplomatas dos Estados Unidos, França e Reino Unido pressionaram Assad nesta segunda-feira a manter sua promessa de entregar seu arsenal químico.

O Conselho de Segurança da ONU deve iniciar, nos próximos dias, a discussão de uma resolução a respeito do acordo intermediado pelos Estados Unidos e Rússia.

"Se Assad não cumprir o acordo...todos nós concordamos, inclusive a Rússia, que haverá consequências", disse o Secretário de Estado norte-americano John Kerry. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Síriaviolênciaconferência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.