Confira a reação de líderes internacionais à posse de Obama

Chefes de Estado de França, Grã-Bretanha, Japão e outros países falam de Obama.

Da BBC Brasil, BBC

20 de janeiro de 2009 | 16h48

Confira abaixo algumas das reações de líderes internacionais à posse de Barack Obama nos Estados Unidos."O mundo inteiro está assistindo à posse do presidente Obama, testemunhando um novo capítulo na história dos Estados Unidos e na história do mundo. Ele é não apenas o primeiro presidente americano negro, ele está determinado em mudar os problemas do mundo.""Nós estamos ansiosos que ele comece a trabalhar para que, com ele, nós possamos mudar o mundo.""Nós estamos preparados para isso. Nosso presidente confirmou isso em uma conversa por telefone com Barack Obama logo após a sua eleição. Eu acho que haverá outros contatos - não só por telefone - entre os nossos líderes.""Espero que a nossa cooperação seja caracterizada por ouvir um ao outro e tomar decisões com base no fato de que um país sozinho não pode mudar os problemas do mundo, mas que nós só podemos fazer isso juntos. E eu vou encontrá-lo dentro deste espírito.""Eu rezo para que você confirme sua determinação em promover a compreensão, cooperação e paz entre as nações, para que todos possam dividir o banquete da vida que Deus quer servir à toda família humana.""Eu ofereço cordiais saudações, junto com a segurança das minhas orações de que o Deus Todo Poderoso vai lhe dar sabedoria infalível e força no exercício das suas altas responsabilidades.""Obama mobilizou uma grande quantidade de boa vontade e apoio em todos os setores da sociedade. Essa mobilização de boa vontade está se tornando sua força com todo o direito. E eu espero que todos nós possamos traduzir essa ocasião em oportunidade real para pacificar, para se encontrar, para manter um diálogo e trazer uma solução de paz a todos os lados envolvidos.""Japão e Estados Unidos são aliados que compartilham valores universais e interesses estratégicos. Estou convencido de que o Japão e os Estados Unidos, ambos em uma posição de liderar o mundo, podem construir um futuro melhor trabalhando juntos para dividir conhecimento, vontade, paixão e estratégia.""Com esta crença, eu desejo unir as mãos com o presidente Obama e fortalecer ainda mais a aliança Japão-Estados Unidos, em busca de paz e prosperidade na região da Ásia e do Pacífico e no mundo.""Nós estamos passando por tempos desafiadores. E os desafios que nós encontramos não respeitam fronteiras nacionais. O que nós precisamos é de uma nova governança global e uma nova base para prosperidade. Eu sinceramente acredito que a Europa e os Estados Unidos precisam trabalhar juntos e com nossos parceiros pelo mundo para elaborar e implementar uma nova agenda para a globalização."BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.