Confirmada morte de turco por terroristas no Iraque

Um funcionário da embaixada turca em Bagdá confirmou que um refém turco foi executado a tiros por seus raptores. "Um cidadão turco que trabalhava para uma companhia turca foi assassinado no Iraque", disse o funcionário, contatado por telefone de Ancara. A companhia Bilintur, filial do grupo Tepe, especializado em serviços hoteleiros, também confirmou a morte. "Murat Yuce foi assassinado", disse um porta-voz da empresa. Pouco antes, um site fundamentalista islâmico da internet havia mostrado fotos dizendo que retratavam a execução de um refém turco de parte do grupo de Abu Musab al-Zarqawi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.