Confirmado primeiro caso de antraz no Chile

O primeiro caso de antraz na América Latina foi confirmado nesta segunda-feira, no Chile, e 13 pessoas que entraram em contato com o bacilo estão sendo tratadas, apesar de não terem apresentado nenhum sintoma, informou a ministra chilena da Saúde, Michelle Bachelet. A ministra disse que o envelope que continha alguns esporos de antraz tinha como remetente uma empresa norte-americana, cujo nome não foi informado, e foi postado de Zurique, na Suíça. O destinatário recebeu o envelope em meados da semana passada. Depois de abri-lo, isolou o envelope e chamou a polícia. Nesta segunda-feira, comunicou-se oficialmente que a correspondência continha antraz. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.