Confirmado primeiro caso de vaca louca nos EUA

Testes preliminares realizados na Inglaterra confirmaram a existência do mal da vaca louca em um animal de uma fazenda no Estado do Washington, nos Estados Unidos. É o primeiro caso da doença em território americano. Os exames foram realizados por cientistas da Agência de Laboratórios Veterinários em Waybridge, na Inglaterra, e ainda vão passar por testes finais. A confirmação definitiva deve sair nos próximos dias. "Consideramos isso uma confirmação", disse hoje a porta-voz da Secretaria de Agricultura dos EUA, Alisa Harrison.O animal infectado era uma vaca leiteira da raça Holstein que integrava um rebanho de uma fazenda na cidade de Mabton, no Washington. A vaca foi sacrificada no dia 9 deste mês. Agora, as autoridades encarregadas de investigar o caso nos EUA estão tentando traçar a trajetória do animal desde o nascimento até o sacrifício, o que pode oferecer pistas sobre onde a vaca foi contaminada e quais outros rebanhos podem ter sido infectados.O governo dos EUA pediu hoje para o Japão voltar a permitir a entrada das importações americanas de carne no país. Na quarta-feira, o Japão - maior comprador da carne americana em termos de valor - anunciou a suspensão das importações preocupado com a doença. Além do Japão, pelo menos outros 26 países, entre eles o Brasil, também suspenderam as importações de carne bovina dos EUA. As informações são de agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.