Conflito adiou obra no país

O presidente da Bolívia, Evo Morales, suspendeu em setembro do ano passado a construção de uma estrada em uma reserva indígena no interior da Bolívia, após a polícia entrar em confronto com manifestantes indígenas. O episódio também provocou a demissão da então ministra da Defesa Cecília Chacon e abalou o relacionamento do presidente com sua base indígena.

O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.