'Conflito de interesses' adia audiência

A audiência de José Pimentel, dominicano naturalizado nos EUA e acusado de planejar ataques terroristas contra o país, foi remarcada para o início do mês que vem em Nova York. De acordo com a Promotoria do Distrito Sul de Manhattan, a próxima apresentação de Pimentel, prevista inicialmente para hoje, foi postergada até 5 de dezembro.

O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2011 | 03h05

A decisão foi tomada depois que o advogado de Pimentel, Joseph Zablocki, abandonou o caso por um "conflito de interesses" de sua organização de assistência legal, que está prestando serviços para o informante que alertou as autoridades americanas sobre os supostos planos terroristas do acusado. O caso de Pimentel foi designado para a advogada Lori Cohen, que fará a defesa do dominicano naturalizado americano.

O informante ajudou a polícia a vigiar Pimentel durante o ano passado e os dois teriam fumado maconha juntos, segundo testemunhas que pediram anonimato. Pimentel disse ao informante que estava interessado em construir bombas pequenas e os dois chegaram a ir juntos comprar os componentes necessários para montar os artefatos. / AP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.