Conflito deixa 3 mortos na fronteira saudita com o Iêmen

Dois guardas de fronteira sauditas foram mortos a tiros por um homem que tentou deixar a Arábia Saudita e seguir para o Iêmen, afirmou hoje um porta-voz do Ministério do Interior. O general Mansur al-Turki disse que um coronel e um sargento foram mortos, enquanto outro sargento foi ferido por um cidadão saudita que tentava chegar ao território iemenita no início do dia.

AE, Agência Estado

07 de junho de 2011 | 09h23

O porta-voz disse que as forças de segurança seguiram o homem, que tinha grande quantidade de munição, e o mataram em um tiroteio. A área fronteiriça é frequentada por narcotraficantes. Também existe a suspeita de que a região seja ponto de passagem para militantes da Al-Qaeda que se reagruparam no Iêmen. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.