Conflito entre xiitas e militares mata dois em Bagdá

Fontes sob sigilo responsabilizam a milícia do clérigo xiita Muqtada al-Sadr

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 14h25

Os combates começaram cedo nesta segunda-feira, 18, entre militantes xiitas e policiais iraquianos no sul de Bagdá. O resultado é a morte de pelo menos duas pessoas, disseram oficiais locais. A batalha começou após alguns oficiais em patrulha serem atacados na noite do domingo, 17, em Nasiriyah, cerca de 320 quilômetros a sudeste da capital, a polícia contou. Membro do Exército de Mahdi, a milícia comandada pelo clérigo xiita Muqtada al-Sadr, é considerada a responsável, um oficial de polícia e outro do departamento de Saúde da cidade, ambos em condições de anonimato, afirmaram. Um policial e um militante foram mortos, e mais de 60 pessoas ficaram feridas, a maioria delas da polícia, disseram testemunhas. No combate, pelo menos 11 morteiros foram disparados desde a estação de polícia em Nasiriya.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.