Conflito na Cisjordânia deixa 3 mortos

Soldados israelenses mataram três palestinos neste sábado durante uma operação seguida por um confronto com manifestantes em Jenin, cidade no território palestino da Cisjordânia, segundo autoridades militares e palestinas. O incidente foi o mais violento registrado na região em vários meses.

Agência Estado

22 de março de 2014 | 11h09

O caso ocorreu em meio a um recente aumento no número de conflitos na Cisjordânia, o que pode prejudicar os já complicados esforços de paz mediados pelos EUA.

O incidente de hoje teve início com uma operação de forças israelenses para a captura de Hamza Abu el-Heija, um militante do grupo palestino Hamas procurado por envolvimento em ataques contra israelenses.

El-Heija, de 22 anos, foi morto na operação. De acordo com o tenente-coronel israelense Peter Lerner, o militante do Hamas estava finalizando os detalhes de um grande novo ataque contra alvos de Israel.

Minutos após a operação, centenas de palestinos se juntaram e atacaram dois soldados israelenses. No conflito que se seguiu, dois palestinos foram mortos e outros sete ficaram feridos, relatou Lerner. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinosviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.