Conflito no Líbano gera boicote à Coca-Cola na Malásia

A Aliança de Malaios para a Paz (Amã Malaysia) e a Associação de Consumidores Muçulmanos (PPIM) lançaram uma campanha de boicote contra as companhias americanas Coca-Cola e Starbucks, um protesto contra a operação militar de Israel no Líbano e nos territórios palestinos.As duas organizações iniciaram a campanha de boicote de produtos americanos no sábado no estado de Pahang, aproximadamente 190 quilômetros ao nordeste de Kuala Lumpur, informou a agência oficial de notícias "Bernama".Mukhriz Mahathir, dirigente da Amã Malaysia, afirmou que o boicote será uma medida eficaz para colocar mais pressão internacional em Israel.O líder da Amã Malaysia acrescentou que o boicote também tem como objetivo mostrar a Israel e aos Estados Unidos que os malaios rejeitam as "atrocidades cometidas pelos israelenses na Ásia Ocidental".Além disso, Mukriz solicitou que a Associação de Restaurantes Muçulmanos e outras ONGs apóiem o boicote de produtos americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.