Conflitos deixam pelo menos 72 iraquianos mortos

Ataques rebeldes contra edifícios do governo e postos policiais deixaram pelo menos 72 iraquianos mortos na cidade de Kut, no sul do Iraque, informaram fontes oficiais nesta quinta-feira. Os atentados foram feitos contra o prédio da prefeitura, delegacias e uma sede a Guarda Nacional Iraquiana. O secretário de saúde Falah al-Bairaman, da pronvíncia de Wasit - da qual Kut faz parte -, disse que outras 148 pessoas ficaram feridas nos conflitos que aconteceram nas últimas 24 horas.Al-Bairaman afirmou que o saldo de mortes inclui civis, policiais e integrantes da milícia fiel ao líder xiita Muqtada al-Sadr, que tem incentivado o levante contra as forças dos Estados Unidos e as tropas iraquianas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.