Conflitos em Atenas marcam aniversário de morte de estudante

Polícia e jovens entraram em confronto na capital grega; houve depredação

Efe

06 de dezembro de 2010 | 14h25

Ruas da capital foram tomadas pelos protestos estudantis.

 

ATENAS - As forças antidistúrbios da Grécia entraram em conflito nesta sexta-feira, 6, com jovens no centro da cidade de Atenas durante uma manifestação para lembrar o aniversário do assassinato de um adolescente por um policial.

 

Os incidentes foram provocados por 400 pessoas que participaram da passeata convocada por associações estudantis. Os jovens atacaram a polícia com paus e pedras. As forças de segurança responderam com bombas de gás lacrimogêneo.

 

Os manifestantes destruíram fachadas de duas filiais de bancos, vitrines de lojas e um ponto de ônibus e atearam fogo a caçambas de lixo, como detalhou a polícia, sem precisar o número de feridos e detidos.

 

Em outras cidades gregas estão previstas manifestações em memória do estudante Alexis Grigoropoulos, de 15 anos, que morreu no dia 6 de dezembro de 2008 em uma ação policial. Há dois meses, o tribunal condenou o policial Epaminontas Korkoneas à prisão perpétua pelo assassinato de Grigoropoulos.

 

Mais de 5 mil policiais estão em estado de alerta máximo em diversos pontos do centro de Atenas para assegurar a ordem. O trânsito no centro de Atenas permanecerá fechado para veículos em um raio de 5 quilômetros até as 5 horas da manhã (horário local) de terça-feira.

 

"Assumimos medidas e isolamos o centro para que os cidadãos possam participar dos atos em memória do estudante de forma segura", afirmou o porta-voz da Polícia grega, Panagiotis Kokalakis.

 

Grupos de alunos acompanhados por seus professores fecharam o acesso aos diversos bairros da capital, em um gesto simbólico contra a violência policial.

 

Em paralelo, os ministérios, as repartições públicas, os colégios, as creches públicas e os hospitais fecharam suas portas pela manhã, em uma greve de três horas.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaconflitosestudantesAtenas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.