Conflitos matam sete na Caxemira

Supostos extremistas islâmicos lançaram uma granada em uma central telefônica na Caxemira, nesta quarta-feira, mantando três pessoas e ferindo outras 32. Em outro conflito, duas crianças morreram vítimas do fogo cruzado entre soldados e um extremista. E dois soldados foram mortos na explosão de uma mina e em um tiroteio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.