Conflitos na Somália deixam pelo menos 40 mortos

Exército e grupo extremista islâmico entraram em conflito na região central do país

Associated Press,

20 de agosto de 2009 | 15h16

Pelo menos 40 pessoas morreram nos confrontos entre soldados e insurgentes islâmicos desta quinta-feira, 20, na região central da Somália.

 

Os conflitos começaram em Bula Burte, 210 quilômetros ao norte da capital Mogadíscio, quando soldados do Exército somali iniciaram uma investida contra a cidade, tomada por militantes do grupo radical al-Shabab.

 

Testemunhas dizem que pelo menos 15 corpos foram vistos em uma área da cidade, enquanto outra região tinha 25 cadáveres. Os números, citados por moradores da cidade, foram informados ainda com os conflitos em andamento.

 

A Somália enfrenta um grande onde de violência desde que líderes de milícias passaram a criticar e tentar depôs o ditador Mohamed Siad Barre em 1991. O al-Shabab, que concentra guerreiros de outras nacionalidades em suas mais altas patentes, age principalmente na capital e quer a imposição de um regime islâmico no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Somáliaal-ShababislãÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.