Conflitos se intensificam na Macedônia

Helicópteros macedônios bombardearam hoje uma região ao sul de Tetovo, sinalizando uma escalada do conflito entre forças governamentais e albaneses étnicos. Dois aparelhos MI-24 atacaram o Monte Sar Platina, lançando explosivos que geraram uma grande nuvem de fumaça e poeira. Não ficou imediatamente claro qual teria sido o alvo do ataque e nem se houve mortos ou feridos. Mais cedo, quatro civis ficaram feridos quando uma granada lançada por albaneses étnicos explodiu no bairro de Koltuk, em Tetovo, onde forças macedônias combatem a guerrilha étnica albanesa. São as primeiras vítimas em uma zona urbana depois de quatro dias de ataques do Exército da Macedônia contra postos albaneses.Ontem à noite, o primeiro-ministro macedônio, Ljubco Georgievski, sugeriu que os militares ainda não realizaram sua operação para "neutralizar e eliminar" os insurgentes. Segundo ele, a Macedônia está se armando e ganhando tempo. A luta albanesa étnica na Macedônia tem sido vinculada à guerra em Kosovo. Apesar de os rebeldes na Macedônia dizerem que buscam mais direitos para os albaneses étnicos na Macedônia, o governo os acusa de quererem a independência - assim como o ELK em Kosovo - e trazer armas e combatentes de Kosovo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.