Confronto de rebeldes sudaneses com exército mata dezenas

Dezenas de pessoas morreram no sul do Sudão nos confrontos entre as forças do governo e milicianos que se recusam a cumprir o acordo de paz assinado em janeiro e entregar suas armas, anunciou nesta quinta-feira uma fonte militar.Um porta-voz do Exército Popular da Libertação do Sudão (EPLS), que assinou o tratado de paz com Cartum, explicou nesta quinta que cidadãos e grupos tribais armados de várias regiões do sul resistem de forma violenta às forças que tentam impor o desarmamento desde fevereiro.O acordo de paz entre o EPLS e Cartum pôs fim a mais de duas décadas de guerra civil no sul do país e permitiu a formação, em julho de 2005, de um governo de unidade no Sudão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.