Confronto deixa seis policiais mortos no Afeganistão

Seis policiais afegãos foram mortos hoje após extremistas atacarem o posto de controle onde eles estavam. O Taleban, que lidera uma insurgência de quase dez anos contra o governo do Afeganistão e as tropas estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos, reivindicou o ataque, ocorrido no distrito de Qarabagh, 120 quilômetros a sudoeste de Cabul.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2011 | 09h49

"O ataque começou por volta das 7 horas (horário local) e seis policiais foram mortos durante o tiroteio com os agressores", afirmou o chefe da agência de inteligência afegã na província de Ghazni, Sayed Amir Shah. "O tiroteio continua", informou ele. Um porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, reivindicou o ataque em uma mensagem.

O vice-governador provincial, Mohammad Ali Ahmadi, confirmou as baixas. O confronto ocorre horas antes do presidente dos EUA, Barack Obama, realizar um discurso em Washington sobre o ritmo e o escopo da retirada das tropas norte-americanas do território afegão. Um funcionário disse que dez mil soldados devem voltar para casa este ano.

Uma graduada fonte da Defesa dos EUA afirmou que provavelmente devem voltar para casa cinco mil soldados nos próximos meses e mais cinco mil até o fim do ano. Outros 20 mil soldados devem retornar até o final do próximo ano. Ainda assim, deve haver mais soldados norte-americanos no Afeganistão que quando Obama assumiu o poder, em novembro de 2008. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoconfrontomortepoliciais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.