Confronto em prisão mata 25 e fere 43

A ministra venezuelana de Serviços Penitenciários, Iris Varela, afirmou ontem que um total de 25 pessoas - 24 detentos e 1 parente de preso - morreram durante um confronto entre facções criminosas que atuam no presídio Yare 1, ao sul de Caracas, ocorrido no domingo. De acordo com a ministra, 43 pessoas ficaram feridas, 29 presos e 14 visitantes. Até ontem, 17 mortos tinham sido identificados pelas autoridades locais. Segundo Iris, o tumulto começou quando líderes dos presos conversavam e um tiro foi disparado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.