Confronto entre civis e polícia indonésia deixa 10 mortos

Dez pessoas morreram, entre elas um agente de segurança, durante os confrontos entre a polícia e um grupo de civis armados na cidade de Poso, na ilha indonésia deCélebes, informa nesta terça-feira a agência estatal de notícias Antara.O combate aconteceu na segunda-feira, 22, quando uma patrulha da polícia promovia uma operação de busca e captura de suspeitos de participação na violência extremista, que ocorreu entre 1998 e 2001. Um grupo de homens armados atacou os agentes que reagiram."Um dos mortos é um membro da unidade especial antiterrorista da polícia, Rony Iskandar. Os outros nove são civis", disse à imprensa o general da polícia Bradodin Haiti. Ele acrescentou que os nove civis mortos eram membros de um grupo armado, que usavam armas de fabricação caseira, munição e explosivos."A maioria dos mortos consta da lista de pessoas procuradas da polícia", declarou o comandante policial. A identidade dos suspeitos não foi informada.Outros dois civis e três policiais foram feridos no incidente. A polícia também deteve 19 suspeitos procurados pela por sua suposta participação em atos de violência em Poso.A operação de busca apreendeu várias bombas de fabricaçãocaseira, 170 detonadores, dezenas de armas de fogo e munição.Em outubro a polícia nacional entregou à polícia local os nomes de 30 fugitivos acusados de participar dos atos de violência religiosa, entre os anos 1998 e 2001. Na época região viveu um período de tensão social e graves distúrbios nas ruas entre muçulmanos e cristãos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.