Confronto entre grupos políticos mata 17 na Indonésia

A polícia da Indonésia informou hoje que confrontos entre apoiadores de diferentes candidatos políticos para as eleições locais, que serão realizadas em 9 de novembro, mataram pelo menos 17 pessoas no leste do país e deixaram dezenas de feridos. O porta-voz da polícia, que pediu para ser chamado de Wachyono, disse que centenas de apoiadores de dois grupos políticos brigaram com pedras, arcos e flechas do lado de fora do parlamento local, no distrito de Puncak, localizado na distante província de Papua.

AE, Agência Estado

31 de julho de 2011 | 13h26

Wachyono explicou que os dois grupos começaram a trocar insultos e o combate ganhou força quando multidões enfurecidas atearam fogo em casas e carros. As autoridades estão tentando interromper os tumultos. Um movimento pequeno e pouco armado tem lutado pela independência da Papua há décadas. A região é rica em recursos naturais, mas muito empobrecida. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiaconfrontomortespolítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.