Confronto entre manifestantes e partidários do governo deixa 3 mortos no Iêmen

Pelo menos 19 pessoas morreram nas últimas 24h em diversas cidade iemenitas

estadão.com.br

12 de maio de 2011 | 12h33

SANAA - Pelo menos três manifestantes iemenitas foram mortos nesta quinta-feira, 12, por partidários do presidente Ali Abdalah Saleh em Bayda, a 210 km a sudeste de Sanaa, segundo informações da agência AFP. Segundo testemunhas, outras sete pessoas ficaram feridas.

 

Veja também:

blog GUSTAVO CHACRA: Levantes não seguem linha sectária

especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

mais imagens Galeria de fotos: Veja imagens dos protestos na região

 

Nas últimas 24 horas, 19 manifestantes foram mortos em confrontos com forças do governo em todo o Iêmen. A oposição pediu à comunidade internacional que "detenha a matança" que ocorre no país.

 

Ontem, policiais abriram fogo contra milhares de manifestantes que estavam reunidos em uma praça, matando 12 e ferindo cerca de 230 pessoas. Em Taiz, Hodeida e Dhamar, quatro pessoas foram mortas.

 

As manifestações, que começaram em meados de fevereiro, pedem a renúncia de Saleh e mudanças políticas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.