ZAKARIYA AL-KAFI/AFP
ZAKARIYA AL-KAFI/AFP

Confronto entre rebeldes no norte da Síria deixa 47 mortos

Segundo ONG que monitora conflito, a batalha entre o EI e outros insurgentes foi pelo controle de cidade

O Estado de S. Paulo

05 Setembro 2015 | 15h54

LONDRES - Pelo menos 47 combatentes foram mortos em uma batalha entre o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e outros rebeldes pelo controle do território no norte da Síria - informou neste sábado uma ONG síria.

Vinte radicais islâmicos e outros rebeldes de diversas facções foram mortos na sexta-feira em confrontos na Província de Aleppo, além de 27 jihadistas do EI, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), ONG com sede em Londres que monitora o conflito.

Os combates ficaram centrados na cidade de Marea, um reduto rebelde que o Estado Islâmico tenta conquistar há meses.

O Observatório disse que a luta continuou ao redor da cidade e em várias aldeias na área.

Marea é uma das cidades mais importantes nas mãos dos rebeldes na província de Alepo, e está em uma importante rota de abastecimento que conduz à fronteira com a Turquia.

O EI está há meses tentando tomar a cidade, como parte de uma estratégia para expandir para o oeste o território que já controla na província de Alepo.

Na semana passada, os rebeldes jihadistas tomaram outras cinco aldeias em torno de Marea, e foram acusados ​​de usar agentes químicos em seus ataques, provavelmente gás mostarda.

O EI continua a progredir bem, apesar do acordo entre a Turquia e os Estados Unidos para ajudar na criação de uma zona livre de jihadistas na província do norte de Alepo.

O Pentágono disse que nos últimos dias, a coalizão sob comando dos Estados Unidos fez vários ataques aéreos contra o grupo ultrarradical perto Marea. Mais de 240 mil pessoas morreram na Síria desde o início do conflito, em março de 2011. / FRANCE PRESSE

Mais conteúdo sobre:
SíriaEstado IslâmicoMarea

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.