Confronto entre tribos mata 60 pessoas no Sudão

Um novo combate entre tribos árabes sobre direitos de mineração matou 60 pessoas nesse sábado, na região de Darfur, no Sudão, afirmou a agência de notícias estatal sudanesa. Segundo a agência de notícias, o combate foi o pior desde o acordo de cessar-fogo alcançado no mês passado. A agência afirmou que o confronto começou quando um grupo de homens armados em veículos e em camelos atacaram a área de El-Sireaf, no norte de Darfur.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 10h18

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que o conflito teve início no mês passado na região de Jebel Amir, deixando 100 pessoas mortas em janeiro e forçando 70 mil moradores a deixarem suas casas.

Darfur tem sido afetada pela violência desde 2003, quando rebeldes se armaram contra o governo central em Cartum. O combate entre as forças governamentais e as tribos irrompe periodicamente na região. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Sudãoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.