Confronto mata 5 militantes no sudoeste do Paquistão

Cinco militantes armados com metralhadoras e bombas atacaram hoje um posto de controle próximo da cidade paquistanesa de Quetta, no sudoeste do Paquistão. No confronto, os cinco agressores morreram, segundo o chefe de polícia da cidade, Daud Junejo, em entrevista à France Presse. Não há informações sobre feridos entre as forças de segurança.

AE, Agência Estado

17 de maio de 2011 | 10h16

Também hoje, o Exército do Paquistão apresentou um "duro protesto" contra a força da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão. Segundo os paquistaneses, a Otan violou seu espaço aéreo com dois helicópteros. Os militares afirmam que a violação ocorreu nesta terça-feira no posto de Admi Kot, no Waziristão do Norte, nas primeiras horas da manhã. "As tropas no posto dispararam nos helicópteros e, como resultado da troca de tiros, dois de nossos soldados se feriram", afirma um comunicado do Exército do Paquistão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoconfrontomortemilitantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.