Confronto no Paquistão deixa um soldado e 15 militantes mortos

Quinze militantes e um soldado foram mortos, nesta quinta-feira, durante mais uma operação do Exército paquistanês numa semana de combates projetados para a tomada de um vale remoto, mas estratégico, no noroeste do país, informou o Exército.

Reuters

11 de abril de 2013 | 09h48

Os militares têm enfrentado forte resistência do Taliban e de seus aliados no Vale Tirah, na região de Khyber, desde que as tropas foram enviadas, há seis dias, para desalojar os rebeldes de terras altas estrategicamente importantes acima do vale.

Oficiais militares paquistaneses disseram que os insurgentes usam o vale como um acampamento que serve de base para realizar ataques em outras áreas tribais semiautônomas perto da fronteira afegã.

"Novos confrontos começaram nesta quinta-feira, quando as forças de segurança lançaram mais uma operação para assegurar o controle do vale", disse um oficial militar na cidade de Peshawar, no noroeste, acrescentando que 15 militantes e um soldado foram mortos.

Na terça-feira, os militares disse que 23 soldados paquistaneses e 110 militantes foram mortos em quatro dias de violentos combates na área.

(Por Jibran Ahmad)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOCONFLITOMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.