Confrontos deixam 100 rebeldes mortos

A polícia nigeriana informou ontem que mais de cem membros do grupo islâmico fundamentalista Boko Haram morreram em dois dias de confrontos com policiais. Os rebeldes islâmicos ampliaram ontem seus ataques contra forças de segurança para três Estados do norte do país. Eles exigem a adoção da lei islâmica em toda a Nigéria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.