Confrontos deixam 40 mortos na Somália

Pelo menos 40 pessoas morreram e 100 ficaram feridas entre sexta-feira e hoje em Mogadiscio, capital da Somália, em combates entre tropas do Governo Nacional Transitório de Abdiqassim Salad Hassan e milicianos do líder guerrilheiro Hussein Aidid, informaram testemunhas. Entre os mortos, estavam pelo menos 21 civis. Já segundo Aidid, o número de mortos chega a 80. Os dois lados disputam o controle do porto de Mogadiscio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.