Confrontos deixam 70 talebans mortos no Afeganistão

Mais de 70 pessoas morreram, em sua maioria supostos rebeldes talebans, e outras 45 foram detidas em dois confrontos ocorridos no sul do Afeganistão, informou nesta quinta-feira uma fonte oficial.Segundo um porta-voz do Ministério do Interior afegão, na noite de quarta-feira houve dois sérios confrontos nas províncias de Helmand e Kandahar, no sul do país. Morreram cerca de 60 supostos talebans, 13 policiais afegãos e um soldado canadense.Um grupo de "supostos inimigos", termo utilizado no Afeganistão para se referir aos talebans e aos membros da Al-Qaeda, se reuniu na quarta-feira à tarde no distrito de Moussa Qala, na província de Helmand, e por volta das 16h30 (9h30 de Brasília) lançou um ataque contra o escritório principal da administração local."O confronto se estendeu até 2 horas da madrugada e morreram de 35 a 40 inimigos. Houve também um grande número de feridos", disse um porta-voz, acrescentando que "13 policiais afegãos morreram e outros seis ficaram feridos"."As forças de segurança detiveram cinco insurgentes e outros cinco foram detidos pela manhã na mesma região", acrescentou a fonte policial, que informou que a operação de busca continua.Na província de Kandahar, uma das mais conflituosas do país, também houve confrontos entre supostos talebans e forças conjuntas canadenses e do Exército Nacional Afegão, segundo o porta-voz da coalizão liderada pelos EUA no Afeganistão, tenente canadense Quentin Innis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.